Neste final de semana, a Fundació Joan Miró promove várias atividades coincidindo com a exposição Lina Bo Bardi dibuixa, o Dia Internacional dos Museus e a Semana da Arquitetura, como a Oficina de desenho plein air, Oficina de desenho com Lina Bo Bardi, Miró, Calder e nenhum delesBrinca e deixa brincar e a projeção do documental Poesia precisa/A arquitetura de Lina Bo Bardi.

Os trabalhos de Lina Bo Bardi podem ser apreciados até o dia 26 de maio. Essa exposição é sobre o profundo sentimento de conexão que a arquiteta teve com o desenho. Mais do que uma ferramenta de design, para ela, o desenho era um meio expressivo primordial, alimentado por um forte senso de curiosidade e dúvida. Embora nunca tenha defendido que se tratava de uma linguagem artística independente, ali se introduziu com intencionalidade artística. Por ela, o desenho era nome e verbo, resultado e processo, objeto e relação.

Ao longo de sua vida, Bo Bardi manteve mais de seis mil desenhos e esboços em seus arquivos pessoais em São Paulo, Brasil. A mostra traz à luz uma seleção pequena, mas cuidadosamente organizada, composta de uma centena dessas imagens, que ilustram o amplo e rico espectro de seu pensamento e produção. Esses desenhos são complementados com imagens de seu trabalho construtivo e sua atividade como projetista de exposições.

Segundo Rocha Lima, a exposição não pretende fornecer uma interpretação geral dos desenhos de Bo Bardi, nem uma seleção do que poderia ser considerado erroneamente como suas peças mais atraentes do ponto de vista visual. Mas, então, oferece uma genealogia concisa e um conjunto de imagens que convidam o visitante a entrar em contato com sua grande diversidade de desenhos, bem como a estabelecer associações livres entre as várias facetas de sua obra.

Diante da perda de destaque nas habilidades de desenho à mão nas artes em geral e na prática arquitetônica em particular, os desenhos de Lina Bo Bardi continuam sendo uma constatação sempre refrescante da importância e valor permanentes do pensamento livre e das mãos hábeis e educadas.

O quê: Lina Bo Bardi dibuixa
Quando: até 26 de maio
Onde: Fundació Joan Miró