Carles Sans Climent

O tradutor Carles Sans venceu o XV Prêmio de Tradução Giovanni Pontiero.

O Centro de Língua Portuguesa/Instituto Camões de Barcelona e a Facultat de Traducció i Interpretació (FTI) da Universitat Autònoma de Barcelona (UAB) organizaram, no dia 29 de outubro, a cerimônia de entrega do XV Prêmio de Tradução Giovanni Pontiero. O galardão foi atribuído ao tradutor Carles Sans, pela tradução de “La meva planta de taronja llima” [Meu pé de laranja lima] de José Mauro de Vasconcelos, publicada em 2014 pela editora Libros del Asteroide.

A cerimónia acadêmica contou com a presença do vice-reitor de Relações Internacionais da UAB, Lluís Quintana, da diretora da Facultat de Traducció i d’Interpretació, Laura Santamaria, do cônsul-geral de Portugal em Barcelona, Paulo Teles da Gama, e outras autoridades.

Convidado pelos organizadores do ato, o poeta português Nuno Júdice ofereceu uma palestra sob o título “O tradutor como heterônimo”.

O Prêmio de Tradução Giovanni Pontiero, no valor de 6.000 euros, se outorga anualmente a traduções de obras literárias, de qualquer gênero, escritas originariamente em língua portuguesa e publicadas em espanhol e catalão (respectivamente nos anos pares e nos anos ímpares). O prêmio foi instituído em 2001 para honrar a figura do grande tradutor Giovanni Pontiero. Na presente edição, foram apresentadas três traduções para catalão.

La meva planta de taronja llima

Capa do livro “La meva planta de taronja llima”