Categoria: Língua portuguesa (page 1 of 4)

Ana Paula Maia. Escritura visceral – Conferência na Universidade de Barcelona

Maristela Scremin Valério, pesquisadora da Universidade Estadual de Maringá, oferece a conferência “Ana Paula Maia. Escritura visceral” com entrada livre, nesta quinta-feira, 10 de maio.

Leia mais

Cíntia Moscovich. Questões de gênero – Conferência na Universidade de Barcelona

Virgínia Maria Vasconcelos Leal, pesquisadora do Grupo de Estudos em Literatura Brasileira Contemporânea (GELBC) e professora de Teoria da Literatura na Universidade de Brasília, oferece a conferência “Cíntia Moscovich. Questões de gênero”.

Moscovich é uma escritora muito singular no panorama brasileiro, que permite pensar como atuam as tensões de gênero e sexualidade no campo literário do Brasil. Autora de romances e  contos em que trata de temas como o lesbianismo, a corporeidade ou as suas raízes judias, publicou, entre outros títulos, Reino das Cebolas (1996), Duas iguais (1999) e Anotações durante o incêndio (1998).

Atividade aberta e gratuita do Cicle No només Clarice Lispector d’Estudis Gallecs i Portuguesos em co-organização com o Màster en Estudis Llatinoamericans, ADHUC e o Centro Cultural do Brasil em Barcelona.

Quando: sexta-feira, 4 de maio, de 18h15min a 19h15min
Onde: Aula 209, Facultat de Geografia i Història
Universitat de Barcelona
C/ Montalegre, 6

Encontro de professores de Língua Portuguesa, suas literaturas e culturas

 

Venha discutir os rumos do ensino da Língua Portuguesa em Barcelona nos dias 3 e 4 de maio na Escola Oficial d’Idiomes Barcelona Drassanes (EOIBD) .

O Encontro de Professores de Língua Portuguesa (EPLLIC), suas Literaturas e Culturas reunirá em Barcelona agentes da esfera pedagógica de instituições locais, dos países lusófonos e de outras localidades para discutir o tema “Ensino e difusão da língua portuguesa: diagnóstico e perspectivas”. A eles, se somarão especialistas que atuam na área de português em instituições de ensino públicas ou privadas, associações ou de forma independente.

Os objetivos dessa iniciativa são:

  • Apresentar o panorama atual do ensino do português em suas diferentes instâncias: acadêmica, pública, privada e associativa.

  • Identificar obstáculos e desafios inerentes ao ensino do português como língua estrangeira (PLE), língua de herança (PLH), língua de negócios e fins específicos (ELFE), língua de acolhimento e outras especialidades.

  • Fomentar contatos entre os diferentes agentes que atuam com o português em território europeu e fora e incentivar a formulação de novos projetos científicos e pedagógicos.

  • Sensibilizar e contribuir para a difusão e reconhecimento do ensino do português nas instituições.

  • Apresentar o português como língua global e enfatizar seu papel no contexto da intercompreensão entre as línguas ibero-românicas, além de discutir metodologias de ensino em suas próprias especificidades.

  • Dar visibilidade aos demais difusores da cultura de Língua Portuguesa: tradutores, editores, livrarias, associações culturais.

  • Elaborar um documento que contenha um diagnóstico sobre o ensino do idioma ao redor do país e que proponha medidas para promover sua expansão e aprimoramento.

Edição anterior

O primeiro EPLLIC, realizado em Paris em maio de 2017, foi organizado pela Embaixada do Brasil na França e ampliou a discussão a todas as variantes da língua portuguesa.

Esta edição contou com a contribuição de pesquisadores e linguistas, representantes governamentais e acadêmicos que promovem a difusão do português em diferentes áreas. Houve espaço para apresentação de projetos inscritos, bem como discussões sobre aspectos metodológicos do ensino do português, inclusive para o mundo profissional.

O EPLLIC, organizado pela Embaixada do Brasil na França, contou com a colaboração da Université Politiers, Université Clermont Avergne, Université Sorbonne Nouvelle Paris 3, Université Sorbonne Paris Cité. Consulte mais informação sobre o EPLLIC na França.

 EPLLIC em Barcelona
Quando: 3 e 4 de maio de 2018
Onde: Escola Oficial d’Idiomes Barcelona Drassanes (EOIBD)
               Av. Drassanes, 14
              08001 Barcelona  

 

Fonte: ​© EPLLIC BARCELONA 2018

 

Este encontro é uma iniciativa de:

Mostra de Cinema Brasileiro Tânia Montoro

A Mostra de Cinema Brasileiro Tânia Montoro 2018, uma iniciativa conjunta da Associação de Pesquisadores e Estudantes Brasileiros na Catalunha  (APEC)  e do Centro Cultural do Brasil em Barcelona com o apoio Consulado-geral do Brasil em Barcelona e da Escola Oficial de Idiomas Barcelona Drassanes, será o marco privilegiado para debater, com a professora Lisabete Coradini, a  história e a cultura brasileira entre os dias 27 de abril e 8 de junho.

Este ano, cinco filmes mostrarão, desde diferentes perspectivas, a diversidade do patrimônio cultural brasileiro. O cinema do Brasil possui uma produção de mais de 120 anos de história. A produção brasileira cresceu de forma bastante diversificada – comédias, dramas, biografías, política e filmes de caráter policial – e consegue mobilizar um grande número de espectadores. Elencamos algumas dessas produções que trazem como fio condutor a narrativa de histórias de vidas, experiências e visão de mundo de que  tecem urdiduras entre memória individual e história pública. Esses filmes privilegiam diferentes territórios e momentos políticos no/do Brasil. Alguns filmes lidam com dramaticidades também presentes na cidade de Barcelona, como o processo de gentrificação, movimentos sociais, identidades, migração e utopias.

Este ciclo leva o nome da professora Tânia Montoro, pionera do Curso de Cinema da Universidad de Brasília (UnB). Montoro é doutora em comunicação pela UAB, e pós-doutora pelo Instituto de Cinema de Amsterdã. Também é professora de Teoria e Linguagem de Cinema da UNB , foi conselheira nacional dos direitos da mulher (1985- 1989) coordenou o Lobby do Batom, lutando pela igualdade de gêneros, trabalha como curadora do maior festival de cinema brasileiro ( Festival de Brasília) nas últimas duas décadas. Orientou 40 dissertações de mestrados e 15 de doutorado sobre cinema latino-americano. Cidadã honorária de Brasília e membro fundador da Sociedade de Estudos de Cinema e do Núcleo de Estudos da Violência da UNB. Publicou oito livros e centenas de artigos distribuídos entre revistas científicas e de cultura.

A primeira exibição será nesta sexta-feira, às 19h15min, no CCBBcn, com o filme Narradores de Javé, de Eliane Caffè. O filme conta a história da pequena cidade de Javé , que será submersa pelas águas de uma represa. Seus moradores não serão indenizados e não foram sequer notificados porque não possuem registros nem documentos das terras. Inconformados, descobrem que o local poderia ser preservado se tivesse um patrimônio histórico de valor comprovado em “documento científico”. Decidem então escrever a história da cidade – mas poucos sabem ler e só um morador, o carteiro, sabe escrever. Depois disso, o que se vê é uma tremenda confusão, pois todos procuram Antônio Biá, o escrivão da obra de cunho histórico, para acrescentar algumas linhas e ter seu nome citado.

Sant Jordi 2018, em imagens

O Centro Cultural do Brasil, fiel a uma das tradições mais celebradas da Catalunha, marcou presença na Diada de Sant Jordi por mais um ano.

Leia mais

Hora de Clarice 2017 em Barcelona – 11/15.12.2017

Abertura das comemorações na Escola Oficial de Idiomas - Embaixadora Maruia Elisa Berenguer, Cônsu-Geral do Brasil em Barcelona, e Profa. Dra. Elena Losada, da Universidade de Barceloona, conferencista

Abertura das comemorações na Escola Oficial de Idiomas – Embaixadora Maria Elisa Berenguer, Cônsul-Geral do Brasil em Barcelona, e Profa. Dra. Elena Losada, da Universidade de Barcelona, conferencista

2

"A estrela de Clarice", conferência da Profa. Dra. Elena Losada - Público presente

“A estrela de Clarice”, conferência da Profa. Dra. Elena Losada – Público presente

Dra. Sandra Cruz , titular de língua portuguesa na Escola Oficial de Idiomas, e Profa. Dra. Elena Losada

Dra. Sandra Cruz , titular de língua portuguesa na Escola Oficial de Idiomas, e Profa. Dra. Elena Losada

Cinema Girona - Projeção do filme "A hora da estrela", de Susana amaral

Cinema Girona – Projeção do filme “A hora da estrela”, de Susana Amaral

No Cine Girona - Embaixadora Maria Elisa Berenguer, Cônsul-Geral do Brasil, e Ministro Gustavo Menezes, Cônsul-Geral Adjunto do Brasil em Barcelona

No Cine Girona – Embaixadora Maria Elisa Berenguer, Cônsul-Geral do Brasil, e Ministro Gustavo Menezes, Cônsul-Geral Adjunto do Brasil em Barcelona

Ato final da Hora de Clarice - Clube de Leitura da Escola Oficial de Idiomas - Leitura de "Laços de família"

Ato final da Hora de Clarice – Clube de Leitura da Escola Oficial de Idiomas – Leitura de “Laços de família”

Cinema de Glauber Rocha na Filmoteca da Catalunha

Festival Márgenes: Glauber Rocha – 12-30.dez.2017


Festival Márgenes: Glauber Rocha – 12-30.dez.2017

 

 

 

 

 

cabecas_cortadas_2

 

 

 

http://www.filmoteca.cat/web/programacio/cicles/festival-margenes-glauber-rocha

HORA DE CLARICE 2017 em Barcelona

programa para web 1programa para web 3programa para web 4programa para web 2

Dia do Brasil 2017: Cinema brasileiro em Barcelona, no Cine Girona

mulherdopai

De 14 a 17 de setembro

Todos os filmes serão exibidos no Cinemes Girona (C/Girona 175).

http://www.diadebrasil.es/muestra-de-cine-brasileno/1 Mulher do pai

2 Martírio

3 Para ter onde ir

4 Jonas e o circo sem lona

5 Animal político

http://www.diadebrasil.es/muestra-de-cine-brasileno/

 

 

2ª Mostra Novocine na Filmoteca – De 1 a 6 de setembro

cine brasil 2novo cine 2017

 

Chega à Filmoteca da Catalunha a 2ª Mostra Novocine Barcelona, para dar a conhecer ao público catalão as últimas produções do Brasil. Com o objetivo de revelar as chaves da expansão cinematográfica do país, a mostra traz à cidade condal os filmes “Nise”, “Irmã Dulce”, “Jonas”, “Um homem só” e “O vendedor de passados”, inéditas na Catalunha.
A mostra é uma iniciativa do Consulado-Geral do Brasil em Barcelona, com apoio da Fundação Cultural Hispano-Brasileira, e acontece de 1º a 6 de setembro, na Filmoteca da Catalunha, Plaça Salvador Seguí, 1-9 – 08001 Barcelona.
Entrada: 2€ a 4€
Mais informação: https://goo.gl/HG5mQU

Sexta-feira 01/09 – 19h
Nise: O Coração da Loucura
ROBERTO BERLINER, 2015. Com: Glória Pires, Simone Mazzer, Julio Adrião, Claudio Jaborandy, Fabrício Boliveira, Roney Villela. Brasil. VOSE. 105′.
Ao voltar a trabalhar em um hospital psiquiátrico no subúrbio do Rio de Janeiro, após sair da prisão, a doutora Nise da Silveira (Gloria Pires) propõe uma nova forma de tratamento aos pacientes que sofrem de esquizofrenia, eliminando o eletrochoque e lobotomia. Seus colegas de trabalho discordam do seu meio de tratamento e a isolam, restando a ela assumir o abandonado Setor de Terapia Ocupacional, onde dá início a uma nova forma de lidar com os pacientes, através do amor e da arte.

Sábado 02/09 – 19h
O Vendedor de Passados
LULA BUARQUE DE HOLLANDA, 2015. Com: Alinne Moraes, Lázaro Ramos, Mayana Neiva, Ruth de Souza, Marcelo Escorel, Odilon Wagner. Brasil. VOSE. 100′.
O que você faria se pudesse alterar erros ou lembranças dolorosas do passado? Esta é a profissão de Vicente (Lázaro Ramos): ele vende passados às pessoas, criando documentos, fotos e outros indícios necessários para reescrever a história. Esta trama é uma adaptação do livro de mesmo nome, escrito pelo angolano José Eduardo Agualusa.

Domingo 03/09 – 19.30h
Jonas
LÔ POLITI, 2015. Com: Jesuíta Barbosa, Laura Neiva, Criolo, Paulo Américo, Ariclenes Barroso, Roberto Berindelli. Brasil. VOSE. 90′.
Em pleno Carnaval um rapaz (Jesuíta Barbosa) sequestra a filha da patroa da sua mãe, por quem sempre foi apaixonado, e a mantém refém dentro de um carro alegórico em forma de baleia. Presos na “barriga” do animal, eles iniciam um romance.

Terça-feira 05/09 – 21.30h
Irmã Dulce
VICENTE AMORIM, 2014. Com: Regina Braga, Bianca Comparato, Gracindo Júnior, Fábio Lago, Zezé Motta, Glória Pires, Zezé Polessa. Brasil. VOSE. 94′.
Cinebiografia de Irmã Dulce (Bianca Comparato/Regina Braga), que, em vida, foi chamada de “Anjo Bom da Bahia”, também indicada ao Nobel da Paz e beatificada pela Igreja. Contemplando da década de 1940 aos anos 1980, o filme mostra como a religiosa católica enfrentou uma doença respiratória incurável, o machismo, a indiferença de políticos e até mesmo os dogmas da Igreja para dedicar sua vida ao cuidado dos miseráveis – personificados na figura do fictício João (Amaurih Oliveira) –, deixando um legado que perdura até hoje.

Quarta-feira 06/09 – 21.30h
Um homem só
CLÁUDIA JOUVIN, 2016. Com: Vladimir Brichta, Luiza Mariani, Mariana Ximenes, Ingrid Guimaraes, Otávio Müller. Brasil. VOSE. 94′.
Arnaldo (Vladimir Brichta) é um homem que está infeliz no casamento e no trabalho. Para tentar resolver seus problemas, ele procura uma clínica que promete copiar as pessoas para livrá-las da vida miserável que levam. Com um clone ocupando seu lugar ele poderia começar uma vida nova, mas na hora do radical procedimento surge a dúvida sobre se é isto que ele realmente deseja fazer.

Older posts