Month: abril 2018

Encontro de professores de Língua Portuguesa, suas literaturas e culturas

 

Venha discutir os rumos do ensino da Língua Portuguesa em Barcelona nos dias 3 e 4 de maio na Escola Oficial d’Idiomes Barcelona Drassanes (EOIBD) .

O Encontro de Professores de Língua Portuguesa (EPLLIC), suas Literaturas e Culturas reunirá em Barcelona agentes da esfera pedagógica de instituições locais, dos países lusófonos e de outras localidades para discutir o tema “Ensino e difusão da língua portuguesa: diagnóstico e perspectivas”. A eles, se somarão especialistas que atuam na área de português em instituições de ensino públicas ou privadas, associações ou de forma independente.

Os objetivos dessa iniciativa são:

  • Apresentar o panorama atual do ensino do português em suas diferentes instâncias: acadêmica, pública, privada e associativa.

  • Identificar obstáculos e desafios inerentes ao ensino do português como língua estrangeira (PLE), língua de herança (PLH), língua de negócios e fins específicos (ELFE), língua de acolhimento e outras especialidades.

  • Fomentar contatos entre os diferentes agentes que atuam com o português em território europeu e fora e incentivar a formulação de novos projetos científicos e pedagógicos.

  • Sensibilizar e contribuir para a difusão e reconhecimento do ensino do português nas instituições.

  • Apresentar o português como língua global e enfatizar seu papel no contexto da intercompreensão entre as línguas ibero-românicas, além de discutir metodologias de ensino em suas próprias especificidades.

  • Dar visibilidade aos demais difusores da cultura de Língua Portuguesa: tradutores, editores, livrarias, associações culturais.

  • Elaborar um documento que contenha um diagnóstico sobre o ensino do idioma ao redor do país e que proponha medidas para promover sua expansão e aprimoramento.

Edição anterior

O primeiro EPLLIC, realizado em Paris em maio de 2017, foi organizado pela Embaixada do Brasil na França e ampliou a discussão a todas as variantes da língua portuguesa.

Esta edição contou com a contribuição de pesquisadores e linguistas, representantes governamentais e acadêmicos que promovem a difusão do português em diferentes áreas. Houve espaço para apresentação de projetos inscritos, bem como discussões sobre aspectos metodológicos do ensino do português, inclusive para o mundo profissional.

O EPLLIC, organizado pela Embaixada do Brasil na França, contou com a colaboração da Université Politiers, Université Clermont Avergne, Université Sorbonne Nouvelle Paris 3, Université Sorbonne Paris Cité. Consulte mais informação sobre o EPLLIC na França.

 EPLLIC em Barcelona
Quando: 3 e 4 de maio de 2018
Onde: Escola Oficial d’Idiomes Barcelona Drassanes (EOIBD)
               Av. Drassanes, 14
              08001 Barcelona  

 

Fonte: ​© EPLLIC BARCELONA 2018

 

Este encontro é uma iniciativa de:

Mostra de Cinema Brasileiro Tânia Montoro

A Mostra de Cinema Brasileiro Tânia Montoro 2018, uma iniciativa conjunta da Associação de Pesquisadores e Estudantes Brasileiros na Catalunha  (APEC)  e do Centro Cultural do Brasil em Barcelona com o apoio Consulado-geral do Brasil em Barcelona e da Escola Oficial de Idiomas Barcelona Drassanes, será o marco privilegiado para debater, com a professora Lisabete Coradini, a  história e a cultura brasileira entre os dias 27 de abril e 8 de junho.

Este ano, cinco filmes mostrarão, desde diferentes perspectivas, a diversidade do patrimônio cultural brasileiro. O cinema do Brasil possui uma produção de mais de 120 anos de história. A produção brasileira cresceu de forma bastante diversificada – comédias, dramas, biografías, política e filmes de caráter policial – e consegue mobilizar um grande número de espectadores. Elencamos algumas dessas produções que trazem como fio condutor a narrativa de histórias de vidas, experiências e visão de mundo de que  tecem urdiduras entre memória individual e história pública. Esses filmes privilegiam diferentes territórios e momentos políticos no/do Brasil. Alguns filmes lidam com dramaticidades também presentes na cidade de Barcelona, como o processo de gentrificação, movimentos sociais, identidades, migração e utopias.

Este ciclo leva o nome da professora Tânia Montoro, pionera do Curso de Cinema da Universidad de Brasília (UnB). Montoro é doutora em comunicação pela UAB, e pós-doutora pelo Instituto de Cinema de Amsterdã. Também é professora de Teoria e Linguagem de Cinema da UNB , foi conselheira nacional dos direitos da mulher (1985- 1989) coordenou o Lobby do Batom, lutando pela igualdade de gêneros, trabalha como curadora do maior festival de cinema brasileiro ( Festival de Brasília) nas últimas duas décadas. Orientou 40 dissertações de mestrados e 15 de doutorado sobre cinema latino-americano. Cidadã honorária de Brasília e membro fundador da Sociedade de Estudos de Cinema e do Núcleo de Estudos da Violência da UNB. Publicou oito livros e centenas de artigos distribuídos entre revistas científicas e de cultura.

A primeira exibição será nesta sexta-feira, às 19h15min, no CCBBcn, com o filme Narradores de Javé, de Eliane Caffè. O filme conta a história da pequena cidade de Javé , que será submersa pelas águas de uma represa. Seus moradores não serão indenizados e não foram sequer notificados porque não possuem registros nem documentos das terras. Inconformados, descobrem que o local poderia ser preservado se tivesse um patrimônio histórico de valor comprovado em “documento científico”. Decidem então escrever a história da cidade – mas poucos sabem ler e só um morador, o carteiro, sabe escrever. Depois disso, o que se vê é uma tremenda confusão, pois todos procuram Antônio Biá, o escrivão da obra de cunho histórico, para acrescentar algumas linhas e ter seu nome citado.

Sant Jordi 2018, em imagens

O Centro Cultural do Brasil, fiel a uma das tradições mais celebradas da Catalunha, marcou presença na Diada de Sant Jordi por mais um ano.

Leia mais

Terças da APEC: a relevância social da investigação audiovisual aplicada

CELPE-Bras: em 2018 uma só aplicação

O INEP  (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), órgão do Ministério da Educação encarregado da realização do CELPE-Bras (Certificado de Proficiência em Língua Portugusa para Estrangeiros) comunicou que neste ano de 2018 haverá apenas uma aplicação deste exame. Será no segundo semestre, em datas que, oportunamente, serão informadas. Não haverá, portanto, a aplicação prevista para o primeiro semestre.